Orações transformam o coração de perseguidores

O ancião de 105 anos parou em frente aos companheiros da aldeia. O povo respeitava o velho homem e parou parar ouvir com atenção o que ele tinha a dizer. Quando as palavras começaram a sair de sua boca, as pessoas perceberam que algo estava drasticamente diferente.

“Queridos amigos e aldeãos, por muitos anos eu compreendi mal o cristianismo e persegui muito os cristãos”, ele começou. “Mas, por todos esses anos, eu não tive paz no coração. Então, compreendi meus pecados e vim a perceber que apenas Jesus Cristo poderia perdoá-los e me trazer paz de espírito.
Assim, quer vocês me matem ou não, eu vou me batizar”.

O povo ficou atônito com sua corajosa confissão de fé. Eles quase não podiam acreditar no que viam quando o homem centenário e sua família escolheram se batizar e se tornar membros ativos da igreja local da Gospel for Asia (GFA).

Os líderes da GFA em Tripura, onde vive esse homem, não se surpreenderam com os acontecimentos. Eles vinham jejuando e orando para que Deus removesse o véu da hostilidade dos olhos daquele senhor. O sentimento anticristão é intenso nesse Estado ao leste da Índia. Alguns dos cristãos que freqüentam igrejas não conseguem emprego por causa de sua fé. Jovens cristãos não têm permissão para freqüentar a faculdade. Líderes e missionários que trabalham na área sabem que só existe um jeito de alcançar o coração endurecido de seus perseguidores – intensa oração.

O Senhor ouviu suas orações e começou a abrandar o coração dos perseguidores. Alguns, como esse ancião, reagiram arrependendo-se e recebendo Jesus como seu Salvador. Deus usou o poderoso testemunho de mudança de vida desse senhor como um catalisador para transformar outros que anteriormente se opunham ao evangelho.

Deus é mais forte que qualquer homem
Outro homem que perseguia os cristãos de modo inflexível ficou horrorizado quando seu filho recebeu Jesus como Salvador e decidiu se tornar um missionário. Esse pai enfurecido adoeceu e, acabou ficando paralítico. No leito do hospital, ele ouviu falar da conversão do senhor de 105 anos. Pouco depois, esse ex-perseguidor estava clamando por Deus também.

“Eu também pequei contra Deus perseguindo os cristãos”, ele admitiu. “Se Deus pode perdoar meu pecado, que Ele me perdoe e me dê paz de espírito!” Ele recebeu Jesus como Salvador e decidiu se batizar também.

Os missionários da GFA enfrentam a perseguição de grupos anticristãos todos os dias, mas eles sabem que Deus é mais forte que qualquer homem. Desse modo, eles oram e perseveram em seu trabalho, confiando em Deus para mudar o coração dos perseguidores. Continue a orar por eles, enquanto eles compartilham o amor de Cristo nesses ambientes hostis.

Tradução: Cristina Ignacio
Missão Portas Abertas

Leave a reply

Your email address will not be published.